Skip to content

Routers X Switches – What are the differences?

Roteadores & Swiches
 
Vamos iniciar com a apresentação física dos dois equipamentos mais conhecidos nas Redes de Computadores, os roteadores e os switches.
Definição básica:
Roteador: É um dispositivo que analisa e encaminha pacotes entre redes diferentes.
Switch: É um dispositivo que analisa e encaminha frames entre diferentes equipamentos realizando a comunicação entre os mesmos.
 
Roteadores Cisco
Existem vários modelos de roteadores cisco, cada um com funções e capacidades específicas atendendo uma das 3 camadas do modelo hierárquico , acesso , distribuição e núcleo.
Os mais comuns são os roteadores das linhas 1841, 1720, 1721, 1905, 2610, 2611 entre outros. Abaixo temos uma foto de um roteador 1721.
 
Cisco 1721 Router
Cisco_1721
Figura 1
 
Cisco 1841 Router
Cisco_1841
Figura 2
 
Conforme as imagens acima se pode ter uma melhor noção de como é um roteador Cisco fisicamente, veremos muito sua representação pelo símbolo a seguir.
cisco-router-icon

  

O roteador contém algumas portas padrão como a porta console que é a porta de configuração do equipamento, a porta auxiliar que também tem o obejetivo de prover acesso para configuração porém por meio de outras formas que veremos futuramente e as portas Ethernet que dependendo do modelo podem ser 10BaseT (10MBp/s) , Fast Ethernet (10/100MBp/s) ou Gigabit (1000MBp/s), variando do modelo. Os modelos mais modernos são compostos por portas Fast ou Giga.
Os routers Cisco são geramente modulares, o que significa que se pode inserir outros tipos de interfaces de acordo com o que o router irá desempenhar. É sempre necessário definir anteriormente as interfaces que serão necessárias no router para que seja avaliado a quantidade de slots e se o modelo realmente suporta o tipo de interface selecionada para aquele fim. Nos modelos apresentados nas Figuras 1 e 2, temos dois slots ocupados por duas interfaces seriais distintas (WIC 1T e WIC 2A/S) das quais veremos detalhes posteriormente.
 
Switches Cisco
Cisco_2950
Figura 3
 
Na figura acima temos três Switches Cisco da linha Catalyst modelo 2950, esses switches são equipamentos de camada 2 que é apresentada no modelo de Camadas OSI que veremos em breve. Os switches são uma substituição dos antigos Hubs que eram somente repetidores de sinal. O Switch ele é um equipamento inteligente ao contrário dos Hubs. Para melhor entendermos seu funcionamento precisamos primeiramente entender o funcionamento básico de uma rede.
Lembrando que sua representação é feita por meio da figura abaixo. 
Cisco_Switch
 
Por exemplo, se um computador necessita se comunicar com outro computador é necessário que haja uma conexão física entre eles, isso é possível conectando os dois diretamente, porém se necessitarmos fazer a comunicação entre mais de dois computadores é necessário um equipamento de conexão que no passado eram os Hubs.

Porém os Hubs nos trazem uma solução e um problema. O problema é que como seu funcionamento é simplesmente repetir o sinal para os outros hosts há a existência de colisão desses frames (“dados”). Imagine a seguinte situação de acordo com a imagem: O PC2 envia um “dado” para o PC3 e ao mesmo tempo o PC5 também envia um “dado” ao PC3, nesse momento uma colisão pode ocorrer além do PC4 que não tem nada a ver com a comunicação dos outros PCs também receber esse sinal, pois o Hub somente distribui entre todos os dispositivos conectados seus respectivos “sinais”, o que causa problemas de acordo com o crescimento da rede gerando lentidão e outros problemas. Ao longo do tempo foram criados alguns mecanismos para corrigir essa “falha” dos Hubs, como veremos futuramente o CSMA/CD. Os Switches por sua vez funcionam de uma forma mais inteligente.
                                                                 
Se o PC0 enviar um sinal ao PC1 o “dado” sai da porta do PC e chega na porta do Switch e o Switch analisa de onde veio o “dado” e para onde ele dever ir, verifica que é o PC1 e envia somente pela porta onde o PC1 está conectado diminuindo assim o trafego na rede e vários outros problemas. Lembrando que tudo isso é somente uma breve e simples explicação do funcionamento básico dos dois equipamentos, veremos em outros tutoriais a fundo como eles trabalham e os termos corretos para cada situação.
O Objetivo deste tutorial é apresentar os dois equipamentos mais importantes de uma rede.
Published inTheory

Be First to Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *