Skip to content

Effortless English

 
Pessoal, o inglês atualmente é praticamente uma obrigatoriedade. Na nossa área, toda a documentação dos equipamentos assim como os materiais de estudo de boa qualidade é em inglês.
 
Além de ler e entender, falar inglês é imprescindível para que se possa lidar com suporte de equipamentos e alguns serviços. Comecei minha saga aos 15 anos de idade, quando entrei em uma escola particular de inglês, gostei muito do idioma mas passado um tempo naquela escola eu percebi que o material não me favorecia, trabalhávamos muito com traduções, não tínhamos áudio nos livros e a sala era muito bagunçada então decidi mudar de escola. 
 
Encontrei uma boa escola que fornecia um material melhor e eu optei por aulas particulares o que foi muito melhor porque toda atenção e andamento da aula ficava ao meu favor.  Como gostei muito do idioma comecei a estudar além do próprias inglesas metodologias e a história do idioma, aprendi o método correto de se aprender o idioma voltado para comunicação. Em menos de três anos eu já estava ensinando crianças e adolescentes na minha comunidade. Muitos perguntam quanto tempo eu vou levar para falar? Isso depende de cada um. 
 
Depende do seu esforço, eu mesmo era muito tímido no começo, mas como gostava eu entendia minha professora, mas nunca a respondia em inglês mesmo sabendo, pois tinha vergonha de falar. Após um tempo perdi essa vergonha e ai desenrolou. O Inglês é como o aprendizado do nosso próprio idioma, a primeira habilidade que é trabalhada é a audição, é necessário escutar e escutar muito. Tudo vem por meio de assimilação de som e imagem, como uma criança para que futuramente se desenvolva as outras habilidades. Muitos preferem crer em métodos milagrosos que praticamente são uma bela jogada de marketing, muitos acreditam que um mês no exterior irá ajuda-los, outros ainda creem que é impossível falar fluentemente sem sair do país. Para muitos é mais fácil perder tempo raciocinando em uma bela desculpa que parar para dar valor a simplicidade desse aprendizado.
 
O porquê  viver em outro país o leva a aprender o idioma? Pense um pouco! Você está em um ambiente onde somente ESCUTA inglês e tem de prestar atenção no que acontece para que aprenda e entenda o que se passa, é somente recriar esse ambiente, é óbvio que não é tão fácil do que viver fora, mas é possível se dedicar alguns minutos de intervalo do seu dia a dia para tal.
Eu ainda não tive a oportunidade de sair do país, mas já ministrei aulas de conversação para pessoas que viajam o mundo dando palestras, já conheci vários norte americanos, já falei com muita gente ao longo desses anos, sem sequer pisar fora do país. Então tenha dedicação e não dê ouvidos a desculpas e nem a métodos milagrosos. Saiba que aprender um idioma não é como um mero curso, mas é um hábito é necessário que o torne parte de sua vida. Faça do idioma parte de seu cotidiano.
Qualquer dia desses darei mais detalhes e dicas de como aprender inglês, por agora fica a dica do método abaixo:
 
Effortless English – A.J Hoge
 
 
 
Procurem sobre esse método.
 
Apesar do texto longo o objetivo é falar sobre o TOEIC – Test Of English for International Communication. As grandes empresas atualmente dão muito valor a esse teste, esse teste tem o foco de nivelar o seu inglês e descreve as atividades que você está capacitado a fazer. É claro que não é uma resposta final, muitas vezes você fala fluentemente, mas não escreve muito bem, esse teste cobre duas habilidades, Listening and Reading. Através dessas duas ele assume seu nível de proficiência. Logicamente que uma empresa séria irá te entrevistar para saber se você realmente tem o domínio do idioma, porém esse teste te livra de várias perguntas desnecessárias durante entrevistas e facilita para o entrevistador.
 
O teste é longo e é continuo, o Listening  é uma única faixa de áudio de 45 minutos que você deve ir escutando e marcando as respostas corretas concernentes as perguntas e tudo direto no gabarito. Não há rascunho nem no Reading. A prova é meio chatinha sim, mas vale a pena, vale por dois anos e depois é necessário renovar. Eu prestei na metade desse ano e atingi uma pontuação de 835 Pontos de 990 Pontos, achei que foi uma pontuação muito boa, principalmente porque a aplicação do teste foge muito a nossa realidade e fica muito mais fácil na segunda vez. Ela possui uma nota máxima para as duas habilidades, aquele que atingir acima de 400 pontos em cada habilidade está dentro da pontuação máxima.
 
Procurem saber sobre esse teste, porque vale muito a pena e é reconhecido internacionalmente.

 

Espero que gostem.
Published inEnglish

Be First to Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *